00
Sua sacola está vaziaContinuar Comprando

    Sustentabilidade e Transparência

    VISÃO DE SUSTENTABILIDADE Aajogo

    Na Animale, acreditamos que nosso papel como marca de moda vai muito além da produção de peças de vestuário e acessórios. Por isso, hoje, temos o compromisso de desenvolver projetos e ações que têm como objetivo aumentar nosso impacto positivo e ampliar a nossa atuação na a agenda ESG (na tradução literal: ambiental, social e de governança).

    Entendemos que incorporar práticas mais sustentáveis na indústria da moda é nos responsabilizar pelo futuro e procurar soluções alinhadas com as necessidades do planeta e das pessoas. Queremos mostrar que comunicar moda tem o poder de desencadear comportamentos cada vez mais conscientes na nossa sociedade. O tema é urgente e inadiável, e nós acreditamos que a qualidade de vida e a garantia de acesso a recursos naturais para as próximas gerações depende de nossas ações e compromissos com o presente.

    Com essa certeza, ao longo dos últimos tempos, nós viemos implementando e incorporando esse conceito em diversos âmbitos da Animale, a fim de adotar as práticas mais responsáveis do mercado. Seguimos todos os dias planejando e construindo novas ações com esse mesmo objetivo, que é hoje uma das principais pautas da nossa marca.

    Acreditamos que devemos aproveitar nossa capacidade e poder de influência para chamar atenção das causas que merecem ser priorizadas e acolhidas, sempre conectadas com a nossa essência e propósito.

    Conheça abaixo as nossas ações da agenda ESG:

    AMBIENTAL



    1.CARBONO NEUTRO

    Desde 2021, compensamos todas as emissões mapeadas no Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) considerando como referência o ano anterior, através do investimento em projetos de geração de energia solar com o apoio da Jundu - plataforma que certifica e comercializa créditos de CO2 em NFT.



    2.INICIATIVAS PARA A DESCARBONIZAÇÃO

    TRANSIÇÃO ENERGÉTICA PARA FONTES RENOVÁVEIS

    Em 2022, a Animale, junto com o Grupo SOMA e suas marcas deram a largada em busca de promover a transição do consumo elétrico via matriz energética convencional, proveniente do Sistema Interligado Nacional (SIN), para fontes renováveis, como a solar. Nossa diretriz é que a energia necessária para nossas atividades seja proveniente de fontes renováveis, o que é essencial para cumprirmos a meta de atingirmos o Net-Zero dos escopos 1 e 2 até 2030. Também trabalhamos para reduzir o uso energético em nossas operações e na cadeia de valor. A gestão da energia, portanto, é uma pauta que tem ganhado força na organização, com acompanhamento mensal dos indicadores relacionados. Desde 2020, estimulamos a substituição das lâmpadas comuns por opções mais eficientes (LED) em todas as nossas unidades. Hoje, as trocas realizadas pela manutenção e os novos projetos de loja já contemplam esse modelo.

    Quando falamos em energia renovável, entende-se aquela gerada por meio das opções oferecidas e contidas na natureza, como energia solar ou eólica, por exemplo, ou seja, através de fontes inesgotáveis que não geram impacto irreversível ao meio ambiente. Assim, esses recursos naturais têm o poder de se regenerar sem a necessidade da atuação do homem. Seus principais benefícios ao meio ambiente se relacionam com seu baixo impacto ambiental, preservando recursos naturais, não gerando Gases de Efeito Estufa e nem resíduos, influenciando diretamente a qualidade de vida das pessoas.

    Com a migração para o mercado livre de energia, reduziremos gradativamente a compra de energia convencional do SIN, o que impactará diretamente na redução de emissões de Gases de Efeito Estufa no Escopo 2 pela empresa. Quanto mais investimos em fontes renováveis, menor o consumo de energias convencionais e maior o impacto positivo no meio ambiente na medida em que o uso de combustíveis fósseis é evitado, colaborando diretamente na mitigação das mudanças climáticas e danos à saúde já que as emissões poluentes associadas às fontes renováveis são mínimas.

    Pensando na marca, realizar esta transição reduz riscos de transição associados às mudanças climáticas, como o risco de mudança de hábitos dos consumidores durante o período de transição para uma economia de baixo carbono, que cada vez mais se importam com marcas engajadas no tema e com a qualidade e procedência dos produtos que consomem.

    Em julho de 2022, a Animale teve sua primeira loja, em Minas Gerais, totalmente abastecida por energia proveniente de painéis fotovoltaicos e atualmente 28% das lojas são abastecidas nesse modelo. Nossa meta é ter o Grupo SOMA 100% abastecido de energia renovável até 2025.

    PROJETO PILOTO - CARRO ELÉTRICO

    O 1º carro elétrico já está rodando pelas ruas do Rio de Janeiro para realizar as nossas entregas. Essa iniciativa faz parte do nosso plano estratégico para reduzir nossas emissões de Gases do Efeito Estufa e construir uma moda mais limpa! Desde o início das atividades, o carro percorreu 4.273 km economizando um total de 1204,4 kg CO2e e o time de Logística tem sido um importante aliado para avançar no pilar ambiental da agenda ESG. Fazemos parte desse movimento voluntário do mercado rumo à uma economia de baixo carbono, por isso, estamos reduzindo o impacto negativo e potencializando o impacto positivo.

    COMPRA DE MATÉRIAS-PRIMAS CERTIFICADAS

    Além da transição energética para fontes mais renováveis e do projeto piloto do carro elétrico, a Animale adota a compra de matérias-primas certificadas também como estratégia para descarbonização, diminuindo reduções principalmente no escopo 3. Só em 2022, a marca investiu R$ 2.336.629,96 na compra de viscose certificada da Lenzing Ecovero, que emite até 50% menos de CO2 comparado a matéria-prima convencional, segundo o Higg Materials Sustainability Index e, por isso a priorização na substituição.

    INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

    Em 2022, o Grupo SOMA investiu 96 mil reais na Jundu, startup de certificação de carbono através de novas tecnologias como blockchain e NFT (Non-fungible Token) para proteger ecossistemas, restaurar florestas e investir em projetos que aceleram a transição para uma economia de baixo carbono, ou seja, com impactos significativos para o clima e descarbonização.

    3.GESTÃO DE RESÍDUOS

    ATERRO ZERO

    Assumimos a meta pública de nos tornarmos Aterro Zero até 2030 e isso significa ter o compromisso de destinar nossos resíduos de forma correta, evitando o desperdício e garantindo o reaproveitamento de tudo que estiver ao nosso alcance. Dois projetos principais se configuraram como parte importante do nosso plano estratégico para cumprir esse objetivo, foram eles:

    • A eliminação de copos descartáveis plásticos no escritório de Botafogo através da substituição por alternativas reutilizáveis, além de pílulas de conscientização e mais de 960 minutos de treinamento para os colaboradores da Animale sobre o tema.

    • A implementação da coleta seletiva nas unidades fabris e corporativas da Animale, que garante que os resíduos recicláveis sejam encaminhados para cooperativas, fomentando a cadeia nacional de reciclagem e, encaminhando apenas os resíduos comuns para o aterro sanitário.

    • As iniciativas que correspondem a doação de sobras têxteis, reciclagem e aproveitamento dos retalhos de corte e logística reversa podem ser consultadas no tópico de Circularidade ou no Relatório Anual do Grupo Soma.

    COMPENSAÇÃO DE EMBALAGENS

    Desde 2018, a Animale tem parceria com a eureciclo, empresa responsável pela compensação das embalagens da marca colocadas no mercado. Só em 2022, a parceria colaborou para a reciclagem de cerca de 168 toneladas de papel, o equivalente a 100% de suas embalagens de loja e e-commerce.

    DOAÇÕES DE TECIDOS

    Uma das iniciativas adotadas pela Animale para contribuir com o compromisso de nos tornarmos Aterro Zero, é a doação de tecidos gerados a partir da pré-produção, para organizações não-governamentais. Através dessa prática, fomentamos a circularidade fora da nossa cadeia de produção, prolongamos a vida útil dos resíduos têxteis, e geramos impactos socioambientais positivos.

    Nesse sentido, a Animale foi a marca do Grupo Soma que mais doou no ano de 2021. A destinação responsável de mais de 20 toneladas de tecidos (rolos, aparas, sobras, fios, etc.), além de aviamentos, beneficiou cinco diferentes organizações não-governamentais ao longo do referido ano: Casa Reviver, Mulheres do Sul Global, Pipa Social, Oficina Muda e Banco de Tecidos.

    Em 2022 a Animale se manteve como uma das principais marcas do Grupo SOMA a doar ! Com o aprimoramento nos processos de gestão de resíduos, no total foram destinadas 5,8 toneladas de tecidos para as ONGs Angel Artes, Banco de Tecidos, Lacatrina, Mulheres Independentes do Morro da Providência, Projeto Casa Reviver, Sankofa e Rede Asta.

    Iniciativas permanentes e também pontuais se tornam parte fundamental da nossa estrutura de responsabilidade socioambiental, bem como do nosso calendário de coleções, e envolvem parceiros que passam a estar ao nosso lado nestas empreitadas contínuas da agenda de sustentabilidade.

    Importante destacar que a marca não possui nenhum percentual, tonelada ou volume de destruição ou incineração de peças,resíduos e sobras têxteis nos processos de pré e pós-produção.

    4. CONSUMO DE ÁGUA E INICIATIVAS DE ECONOMIA

    Toda a água utilizada nas instalações comerciais, prédios administrativos e centros de distribuição do Grupo SOMA é fornecida pelas redes concessionárias. Além da fonte convencional, também temos iniciativas de captação de água de chuva. De acordo com o Aqueduct Water Risk Atlas*, todas as operações do SOMA estão localizadas em áreas de estresse hídrico médio e alto.

    * metodologia para realizar avaliações de riscos relacionados à água

    Os indicadores de consumo do Grupo são acompanhados mensalmente, tanto nas unidades industriais, de apoio administrativo e logístico, quanto em uma parcela de nossas lojas. Para evitar desperdício, foram implantados redutores de vazão em vasos sanitários e em torneiras nas nossas unidades.

    Prezamos pelo atendimento às diretrizes gerais da Política Nacional de Recursos Hídricos e, para desdobrar as boas práticas para a cadeia em relação a pegada hídrica, criamos em 2022, o “Guia de boas práticas para fornecedores do Grupo SOMA”, com orientações para reduzir o impacto negativo e potencializar o impacto positivo das operações dos nossos parceiros, com o apoio da teoria e de dicas de como torná-las práticas, rumo a um negócio mais responsável.

    5. MODA DE MENOR IMPACTO

    A autenticidade da Animale é reconhecida e consolidada no Brasil por uma história que, em 2021, completou 30 anos de construção. Nosso objetivo é expandir a nossa presença e fazer com que ela se torne cada vez mais positiva para as pessoas e para o planeta.

    Nosso planejamento estratégico em 2018 tinha como objetivo crescer o número de peças produzidas a cada ano. Mas frente ao cenário atípico da pandemia da Covid-19, nossa produção foi reduzida em 2020.

    No ano de 2021, projetamos aumentar as nossas produções de forma responsável. Priorizamos o fornecimento de peças e trabalhamos com 99% de fornecedores e subcontratados nacionais certificados pela ABVTEX, e 100% auditados pelo menos quatro vezes por ano, e com rastreabilidade mensal.

    CONFIRA A QUANTIDADE DE PEÇAS PRODUZIDAS ANUALMENTE:



    Aajogo JEANS

    A marca Animale Jeans nasceu buscando fazer a sua parte por uma moda cada vez mais sustentável. Desde o início, realiza coleções cápsula com produtos de menor impacto ao meio ambiente, e isso inclui o compromisso em diminuir a nossa pegada hídrica no planeta. Isso acontece, por exemplo, através da incorporação de tecidos com fibras recicladas e no processo de lavagem, que em 2020, economizou 99% de água.

    Além disso, a marca já realizou ações como coleção cápsula de jeans 100% circular e sem qualquer lavagem, em que as peças são inteiramente produzidas a partir de sobras dos cortes de nossos próprios tecidos.

    Em Junho de 2021, a marca provou que o reaproveitamento têxtil pode dar vida a uma coleção inteira de impacto positivo. Em 2022, uma nova coleção com confecção artesanal é responsável por desenvolver peças únicas, exclusivas, numeradas e feitas à mão, em uma nova parceria da marca: o Ateliê Papos e Panos (@papos panos). Comandado por Lizete (a artesã) e sua filha, o ateliê trabalha com a técnica de Patchwork - ressignificação e reutilização de peças inutilizadas, transformando retalhos de tecidos em peças completamente novas.

    Alguns números da collab já mostram o quão especial ela é: 785 peças de jeans, entre calças, saias, bermudas e jaquetas de coleções antigas que estavam paradas, se transformaram em 7.040 pedaços de tecido, que formaram 988 blocos e, por fim, 40 colchas de patchwork. A coleção limitada e marcada pelo degradê de cores, resultou em 180 peças únicas e exclusivas, sendo 69 delas vendidas para o atacado, e 111 distribuídas para lojas físicas e e-commerce da Animale Jeans.

    Confira mais sobre o projeto neste link: https://www.animale.com.br/novo-vintage


    Foto: Modelo final da jaqueta que compõe a cápsula de patchwork, batizada como “Novo Vintage”.


    Foto: Lizete Horn, artesã do Ateliê Papos e Panos durante o processo de construção das colchas de Patchwork.


    Ainda em 2022, a Animale Jeans se destacou por mais algumas práticas sustentáveis:

    • 80% da coleção de tecido de plano nacional foi feita de viscose de manejo sustentável, proveniente de uma área de reflorestamento. Este fio é certificado pela organização FSC que trabalha com o propósito de melhorar a gestão florestal ao redor do mundo.

    • Para a coleção de inverno de 2022, a marca apostou em um tricot que incorpora fios de poliéster reciclado, cânhamo e seacell (algas marrons) - provando que matérias-primas feitas a partir de celulose surgem como alternativa para diminuir a participação dos sintéticos na moda. 100% biodegradável e compostável, os dois modelos foram desdobrados em 600 peças com essa composição.

    • Coleção-cápsula em parceria com a tecelagem Vicunha usando, pela primeira vez, o cânhamo, matéria-prima que tem ganhado cada vez mais espaço na indústria do jeans pelos seus atributos regenerativos para o solo e ar. No mix de composição dos mais de 500 produtos lançados no ano, a marca optou por incluir o algodão (60%), outra fibra natural com alta biodegradabilidade. Além deles, também foram produzidos lenços com esta matéria-prima, que foram entregues como brindes no Soma Fashion Tour para quem assistiu os desfiles da Animale Jeans.

    • Os produtos projetados para permitir o circuito fechado ou a reciclagem das peças ao final de sua vida útil, representam 0,09% do total de peças produzidas pela Animale em 2022.

    • O uso de matérias-primas renováveis incorporadas pela Animale Jeans totaliza quase 33 toneladas, o que representa 97% do total de matérias-primas adquiridas pela marca em 2022.

    MATÉRIAS-PRIMAS MAIS RESPONSÁVEIS

    Ainda em linha com escolhas ambientalmente mais responsáveis, em 2021, 79% do algodão comprado pela Animale era certificado, com selo ABR (Algodão Brasileiro Responsável) . Em relação a compra da viscose, 69% era certificada com o selo FSC (Forest Stewardship Council).

    Com o objetivo da marca em ampliar a participação de matérias-primas mais responsáveis em suas coleções, em 2022 a Animale manteve suas escolhas por matérias-primas mais sustentáveis e de menor impacto! Utilizamos 73% do algodão com certificação ABR na Animale e 92% na Animale Jeans. E a Viscose com certificação FSC , utilizamos 86% na Animale e 28% na Animale Jeans.

    Ainda em 2022, a Animale lançou, pela primeira vez, uma coleção com processo de curtimento livre de cromo e outros metais pesados, totalizando mais de 270 peças. Isso significa que os taninos vegetais propõem originalidade e tingimento único, então, cada peça é exclusiva e, para que sua performance seja mantida, nossa dica é não expor à umidade, afinal, uma peça rara pede cuidado redobrado. As formulações químicas testadas em laboratórios comprovam a preservação da saúde laboral de todos envolvidos na cadeia de beneficiamento do material e a sua produção gera resíduos que não contaminam o solo e ainda servem como adubo verde.

    LINHA HOMEWEAR

    Da vontade de ressignificar os nossos tecidos e trazer uma nova proposta para o dia a dia em casa, em 2019, durante a pandemia da COVID-19, nasceu a linha HOMEWEAR Animale, um projeto piloto com viés da sustentabilidade, pois a linha nasceu a partir da vontade de repensar o impacto ambiental. Assim, a partir da sobra de 7.421 metros de tecidos de coleções anteriores, criamos peças leves, amplas e fluídas, que chegaram até as clientes Animale e todos que consomem a marca, como uma forma de abraço.

    Acreditamos que nossas estampas especiais poderiam ganhar novas apostas em produtos pensados para unir conforto, elegância e sustentabilidade, na medida certa, em um momento em que o nosso lar ganhou um novo significado.

    5. CIRCULARIDADE

    Aajogo VINTAGE: APOSTA NO MERCADO DE SEGUNDA MÃO

    Na Animale, qualidade e durabilidade são características essenciais de nossos produtos, e impulsionados pelo desejo de incentivar o consumo consciente através da ampliação do ciclo de vida de nossas roupas, criamos um sistema de devolução de roupas. Em 2017, iniciamos o nosso maior movimento de moda circular da marca: a campanha Animale Vintage na qual convidamos as nossas clientes a levarem suas peças usadas de qualquer marca até nossas lojas e depois são doadas ou revendidas e tem renda revertida para projetos parceiros de responsabilidade social.Na primeira edição (2017), arrecadamos 40 mil peças, onde 5.100 foram doadas para instituições diversas, entre elas, o Instituto da Criança. Já na segunda edição (2019), o projeto arrecadou o dobro de peças, sendo a maioria da Animale. O destino desta arrecadação foi a venda em bazares beneficentes dentro de algumas lojas da marca espalhadas pelo Brasil. O lucro arrecadado em 2019, foi revertido para a ONG Mulheres do Sul Global, que tem por missão capacitar mulheres costureiras inseridas em contexto de refúgio e vulnerabilidade social. Animale Vintage retornou para a sua terceira edição (2021), em harmonia com o aniversário de 30 anos da marca. Depois de um período de pandemia, acreditamos que o projeto nunca foi tão atual e necessário. Por isso, apostamos em sua continuidade e, em setembro e outubro, a marca realizou a edição em parceria com o Instituto Dona de Si, criado pela atriz, roteirista, autora, empresária e empreendedora social Suzana Pires. A Dress&Go também foi nossa parceira nesse movimento, uma startup brasileira que estimula o consumo responsável de roupas femininas, através de uma plataforma com uma curadoria de novidades de grandes marcas até achados vintage exclusivos.

    Ao final dessa edição, foi doado o valor de R$99.692,25 em dinheiro e 1.000 peças de roupas para o Instituto Dona de Si, especificamente para o projeto Lab de Moda , que tem como objetivo acelerar talentos femininos nas mais diversas áreas de atuação. O projeto apoia mulheres que precisam de apoio para se desenvolver no mercado de trabalho e no empreendedorismo, estimulando a inclusão social, geração de renda e qualidade de vida, visando a autonomia financeira e a emancipação delas.

    Com este investimento, conseguimos selecionar e formar em um laboratório de moda, beneficiando diretamente 30 mulheres da comunidade do Morro dos Prazeres (Rio de Janeiro) através de aulas de corte e costura. Conseguimos também atender 38 crianças com ações educacionais enquanto suas mães estavam em aula, entre outras conquistas, como o desenvolvimento de 17 coleções de moda criadas por estas alunas.

    Para a Dress&Go, disponibilizamos 20 mil peças para serem revendidas de forma online na plataforma, e deste montante, 665 foram doadas para a ONG Gerando Falcões, um ecossistema de desenvolvimento social que atua por meio da estratégia de rede em periferias e favelas de todo o Brasil.

    A quarta edição da iniciativa (2022) teve muitos recordes e gerou muitos impactos positivos para a sociedade e para o meio ambiente. No total foram arrecadadas mais de 170 mil peças de roupas e o valor gerado com a revenda das peças da Animale foi de R$160.000,00. O recurso foi destinado para a realização da segunda edição do projeto Lab de Moda, em parceria com o Instituto Dona de Si. Desta vez, foram 63 mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica e racial beneficiadas, nos cursos de corte e costura, incluindo oficinas especializadas com profissionais voluntários da alta liderança da marca.

    Além disso, mais de 134 mil peças foram doadas para cinco organizações não-governamentais (Amigos do Bem, Exército da Salvação, Fundação Angélica Goulart, Instituto Gerando Falcões e Lar Sírio de São Paulo) que possuem em suas práticas de captação de recursos a realização de bazares beneficentes, com a renda arrecadada diretamente investida em seus projetos sociais que em sua totalidade, beneficiaram mais de 190 mil pessoas entre crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, educacional e racial.

    RECORRÊNCIA DO PROJETO:

    Consolidando o compromisso da marca com a circularidade, através do sistema devolução de peças, a marca planeja a realização da 5ª edição do Animale Vintage para 2023. A frequência desta iniciativa passou a ser anual a partir de 2021 e sempre no período de setembro a novembro, afinal, para a Animale a palavra ressignificar ganhou uma atenção e um olhar redobrado.

    CONFIRA A LINHA DO TEMPO E RESULTADOS DA PARCERIA:



    VALORES INVESTIDOS



    Confira como foi a última edição: https://www.animale.com.br/animale-vintage

    REAPROVEITAMENTO DE MATÉRIA-PRIMA

    GOLD TO GO - Aajogo ORO

    Em 2020, criamos e realizamos duas edições do projeto Trunk Show, que na Animale ORO recebeu o nome de Gold to Go. Entendemos as joias como peças que eternizam momentos e sentimentos. Portanto, novas formas de fazer história podem surgir a partir dessas lembranças, já que joias são duráveis e possuem ciclo de vida extenso e valioso.

    Durante o período dos eventos, convidamos nossos clientes a visitarem lojas selecionadas levando suas joias que não estão sendo mais usadas, para que passassem por avaliações e fossem revertidas em créditos para a compra de novos itens da Animale ORO. As jóias coletadas (tanto de Animale ORO, como de outras marcas) foram inseridas na nossa cadeia, remodeladas, e se tornaram matéria-prima novamente para coleções posteriores, reutilizando esses materiais de alto valor, e contribuindo com a economia circular. Em 2020, o valor total arrecadado em ouro foi equivalente a R$1.075.519,00. Em 2021, a marca realizou uma nova edição no mês de outubro, em quatro regiões do Brasil: São Paulo, Vitória, Curitiba e Rio de Janeiro. O valor total arrecadado em ouro foi de R$1.577.316,13.

    Em 2022, a Animale ORO realizou a quarta edição do projeto Gold to Go nas cidades de Belo Horizonte, Vitória, Curitiba e Rio de Janeiro com a arrecadação de aproximadamente 4kg de matéria-prima que foi reaproveitada e novamente inserida na cadeia, representando cerca de R$ R$1.147.000,00 de arrecadação. A iniciativa acontece de forma permanente apenas no Rio de Janeiro, onde está localizada a fábrica da marca, e por isso, garante a facilidade do processo e da logística das joias de nossos clientes.

    Saiba mais sobre o projeto perene que acontece no Rio de Janeiro: https://www.animale.com.br/trunkshow

    CONSERTO DE ROUPAS EM LOJA

    A durabilidade dos produtos da Animale é uma das principais características da marca. Por esta razão, a Animale oferece gratuitamente e em todas as suas 70 unidades de lojas, o serviço de conserto para as peças das novas coleções a fim de prolongar a vida útil das roupas.

    6. INVESTIMENTO NA PRESERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE

    ONG AMPARA ANIMAL

    Há mais de 80 anos, as estampas inspiradas nos animais são usadas na história da moda. Na Animale também sempre estiveram presentes nas coleções como parte do DNA da marca e, por isso, acreditamos que podemos e devemos fazer a nossa parte com diferentes ações que visam colocar a preservação da biodiversidade nos centros de debate.

    Pensando nisso, em 2019, nos unimos à AMPARA Animal, uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) fundada em 2010 por Juliana Camargo e Marcele Becker, que tinham em comum o amor e respeito aos animais. As lideranças femininas potentes somadas à causa deste projeto não poderiam fazer mais sentido para a nossa marca.

    Nosso primeiro projeto em conjunto aconteceu nesse mesmo ano, quando aderimos à “Life Print”, primeira estampa animal certificada do mundo , que nasceu com o intuito de preservar a onça pintada, espécie fundamental da fauna brasileira, e por isso, é protegida pela instituição. Revertemos parte das vendas de uma coleção-cápsula com peças animal print que são best-seller da marca, a fim de ajudar na preservação dessa espécie ameaçada de extinção no Brasil.

    Em 2020, renovamos essa parceria com uma nova estampa de animal print na coleção de verão “Rio de Janeiro”, que celebra e homenageia, entre outros temas, a fauna e a flora da cidade. Nesse mesmo ano, nos mobilizamos para outra doação atrelada ao nosso produto, desta vez a fim de ajudar a Ampara com o seu trabalho no Pantanal, bioma brasileiros que enfrentou graves queimadas que afetaram diretamente sua biodiversidade. Durante os primeiros dias de lançamento, foram destinados 10% do lucro das vendas para esta ação.

    Em 2021, em homenagem aos 30 anos da Animale, surgiu a coleção Memórias, com novas estampas de onças do Brasil. Decidimos celebrar mais uma vez a continuidade dessa parceria tão especial e conectada aos nossos valores. Em 2022, seguimos apoiando a Ampara e ajudando nos projetos da organização através de doações de peças para serem vendidas em bazares beneficentes realizados pela própria Ampara. Além disso, também viabilizamos a possibilidade das nossas clientes fazerem doações no check-out das compras via e-commerce.

    CONFIRA ABAIXO A LINHA DO TEMPO E OS RESULTADOS DA PARCERIA



    VALORES INVESTIDOS




    Foto: via Ampara


    Faça parte desta causa. Clique no link e conheça o trabalho da Ampara: https://www.amparanimal.org.br/

    INSTITUTO IPÊ

    Em 2021, a Animale se juntou ao Instituto Ipê por um objetivo em comum: valorizar a natureza, sua essência e potência. Neste mesmo ano, o IPÊ tinha cerca de 60% da sua equipe constituída por mulheres em uma rede empenhada em construir o presente e o futuro, sempre atentos à biodiversidade brasileira.

    Há mais de vinte anos com Suzana Pádua à frente da Presidência do Instituto, o projeto tem como diferencial conciliar equilíbrio femininoe a sensibilidade com o cuidado com a biodiversidade. Isso é feito através de pesquisas científicas, inovação sócio-ambiental e ações com participação comunitária e educação na Mata Atlântica, Amazônia e outros biomas.

    Nessa parceria, além de uma doação financeira de R$35.000,00 ao Instituto, contribuindo para os resultados globais, a Animale também desenvolveu produtos e estampas exclusivas, inspiradas nessa árvore que é ícone da nossa biodiversidade e dá nome ao Instituto.

    Para celebrar a união e compartilhar o equilíbrio feminino, enraizado no IPÊ e na Animale, foi realizada uma entrevista com três mulheres que juntas deram início a parceria: Ana Laet, Beth Nabuco e Suzana Padua.

    Confira as entrevistas completas nesse link: https://bit.ly/3wlGfs3

    SOCIAL


    1.MOVIMENTO ELAS LIDERAM (PACTO GLOBAL DA ONU)


    A Animale se tornou em 2022 a única marca de moda embaixadora do Movimento Elas Lideram, iniciativa do Pacto Global da ONU que prevê a ocupação de 30% de mulheres em cargos de liderança até 2025 e 50% de mulheres em cargos de liderança até 2030. Na nossa marca essa já é uma realidade, pois o CENSO Étnico-Racial do Grupo SOMA de 2022 apontou que 78% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres. Nosso objetivo é que desses 50%, pelo menos 25% deles sejam ocupados por mulheres negras. Queremos manter esse feito de ser uma marca quase que majoritariamente feminina, desenvolvendo as colaboradoras para que sejam potenciais sucessoras a estes postos e garantir que mulheres sempre ocupem esses espaços.

    Em 2022 a Animale esteve presente no SDGs in Brazi (ODS, SDG em inglês), do Pacto Global da ONU Brasil, em Nova York representado pela nossa CEO Isabel del Priore. Com o objetivo de debater o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS, SDG em inglês) por meio de iniciativas de empresas e outros temas ligados à Agenda 2030, como clima, água, equidade de gênero, equidade racial, salário digno, saúde mental e anticorrupção. Durante o painel sobre Equidade de Gênero, ao lado de grandes líderes mundiais, Isabel Del Priore, diretora de Negócios da Animale, compartilhou as ações da marca na busca por paridade de gênero e racial, além das ações para impactar o nosso ecossistema da moda.



    2.PACTO DE PROMOÇÃO DA EQUIDADE RACIAL


    Em 2022 a Animale também se tornou a única marca de moda signatária do Pacto de Promoção da Equidade Racial, uma iniciativa inovadora que revolucionará a forma com que, daqui para frente, empresas e instituições de combate ao racismo irão lidar para equacionar o problema da disparidade racial no Brasil. A iniciativa propõe a junção de empresas, movimentos sociais e representantes da sociedade civil num esforço coletivo de reduzir as desigualdades sociais e raciais no país, através do protocolo ESG.

    Para isso, o Pacto propõe o IEER (ÍNDICE ESG DE EQUIDADE RACIAL), que mede o desequilíbrio racial de uma empresa, utilizando como fonte, informações do IBGE, RAIS, PEA e do nosso CENSO Étnico-Racial. A partir daí, econometristas elaboram um algoritmo capaz de mensurar o desequilíbrio racial das organizações, considerando os salários médios das ocupações e a distribuição racial na região (seja cidade e/ou estado no país) em que a empresa opera. Em sinergia com o Movimento Elas Lideram, a Animale então assumiu voluntariamente o compromisso de até 2030, ter 25% de mulheres negras em cargos de liderança.



    COMPROMISSO ÉTNICO-RACIAL

    A Aajogo é uma marca feminina que compreende o quão sua força pode fomentar a mudança do mundo, transformando-o num lugar mais seguro, justo e igualitário.

    O contexto histórico, racial e socialmente desigual do Brasil nos traz uma responsabilidade ainda maior: ter profissionais pretos e pardos em posições estratégicas na Aajogo. Por isso, firmamos também o compromisso pela equidade racial, afinal a diversidade para nós, é um valor inegociável!

    Ultrapassaremos o nosso comprometimento para gerar impactos positivos, utilizando a moda como ferramenta de transformação social, incentivando em especial, todas as mulheres para que sejam vozes potentes e ativas, colocando-as sempre no centro da nossa estratégia ESG.

    Queremos ir além, porque temos a consciência de que queremos ser a melhor marca de roupas femininas PARA O MUNDO! Por isso, a Animale estabeleceu o seu “Compromisso Étnico-Racial” , um documento que sistematiza um conjunto de ações afirmativas focadas no combate ao racismo em todas as suas formas e manifestações.

    GRUPO DE TRABALHO COMERCIAL PARA A AGENDA ÉTNICO-RACIAL

    A Aajogo reconhece a importância de sensibilizar e manter com constância o diálogo sobre as questões étnico-raciais entre todos os seus colaboradores. Nossa escolha, como marca, foi incluir essas ações como parte da agenda diária de tomada de decisões que se tornou um exercício de educação contínua.

    Nossa frente comercial é a nossa força motriz e também, o nosso ponto de maior fortalecimento para esta pauta. As nossas lojas são o contato direto com toda a sociedade e inevitavelmente também, com os racismos estrutural e institucional.

    Por isso, como uma iniciativa pioneira no mercado de varejo que tem como objetivo compreender a percepção dos colaboradores que atuam diretamente nesta frente sobre este tema, criamos em 2022 o nosso Grupo de Trabalho Comercial Para a Agenda Étnico-Racial, com o apoio da diretoria comercial da marca.

    Formado por pessoas diversas, de diferentes cargos e regiões do país, este grupo propõe um processo de escuta, trazendo para a centralidade das reflexões questões relacionadas ao racismo estrutural e aos vieses inconscientes que podem surgir no dia-a-dia de loja.

    Com caráter propositivo, convidamos estes colaboradores para serem agentes multiplicadores e a co-construírem conosco, estratégias e práticas antirracistas para serem implementadas e aplicadas diretamente nas lojas. Esta iniciativa nos traz o desafio e reforça a nossa consciência sobre a responsabilidade da nossa marca como aliada no combate ao racismo no Brasil.

    Foi a partir das contribuições e vivências trazidas por este grupo que o nosso programa de “Afrobetização” (como chamamos o letramento) nasceu. Os encontros do programa “Afrobetizar” são estratégicos para o entendimento coletivo sobre a maturidade da pauta na marca e para a construção coletiva de protocolos que visam combater o racismo em todos os nossos espaços.

    PROGRAMA AFROBETIZAR

    Com o conceito de “afrobetizar”, nosso programa de letramento tem como objetivo promover a educação continuada para a pauta étnico-racial como aspecto vital de combate ao racismo estrutural. A iniciativa implementada em 2022, contou com um processo de construção contínua envolvendo diferentes stakeholders internos da marca para que, ao final, tivéssemos um conteúdo introdutório, aprofundado na história de construção social do Brasil e fazendo uma analogia do quanto de passado se faz presente em nossa sociedade.

    Segue abaixo alguns números:

    • 14 sessões de afrobetização realizadas entre outubro e dezembro de 2022, incluindo sessões específicas para lideranças corporativas e comerciais.

    • 1.071 perfis online que acessaram (uma ou mais vezes) o letramento.

    • 683 perfis online com acesso único ao letramento.

    • 111 participantes nas sessões presenciais.

    • 30 horas de afrobetização.

    • 347 respondentes do NPS e 92,8% avaliaram com nota 10 o letramento.

    COMBATE AO RACISMO EM LOJA - NOSSO PROTOCOLO DE ATENDIMENTO E O QUE DIZEM NOSSAS POLÍTICAS

    A partir da construção coletiva anteriormente citada e com o embasamento nos nossos normativos internos sistematizados nas políticas de Diversidade, Equidade e Inclusão, Sustentabilidade, bem como no nosso Código de Ética que preconizam o respeito à diversidade, estabelecemos um protocolo de atendimento para as situações de racismo em nossos espaços de lojas e corporativos.

    Especificamente para lojas, temos estabelecido e pactuado com todos os colaboradores de que em caso de situações de racismo feitas por parte de clientes para com esses profissionais, o atendimento deverá ser prontamente encerrado, comunicado que essas práticas não são toleradas em nenhum de nossos espaços na Animale e ofertado acolhimento para a vítima, podendo se desdobrar para uma denúncia formal. Em contrapartida, caso aconteça uma situação discriminatória por parte de nossos colaboradores para com uma cliente e/ou entre o próprio time, as medidas serão tomadas respeitando o que determina o nosso código de conduta e políticas antidiscriminatórias, para além da prática do acolhimento.

    Reforçamos que a Animale é uma marca comprometida com a equidade de gênero e racial, mantendo compromissos públicos para o combate ao racismo em todas as suas formas de representação, investindo no processo de educação continuada de todos os seus colaboradores, realizando um conjunto de ações afirmativas e colocando sua força de marca como ferramenta de engajamento de toda a sociedade para esta pauta.

    3. DIVERSIDADE, EQUIDADE e INCLUSÃO

    LINHA DO TEMPO DAS AÇÕES

    2019

    • Aplicação do 1º Censo Étnico-Racial do Grupo SOMA.

    2020

    • Campanha Mulheres Animale com Thaís Araújo.

    • Parceria com a consultoria IDBR (Identidades do Brasil).

    • Apoio ao Selo “Sim à Igualdade Racial” realizado pelo IDBR.

    • Semana da Diversidade do Grupo SOMA.

    • ABC da Raça - letramento étnico-racial.

    • Rachel Maia como Conselheira Administrativa do Grupo SOMA.

    • Assinatura do Grupo SOMA ao Pacto Global da ONU pelo compromisso de equidade de gênero.

    2021

    • Aplicação do 2º Censo Étnico-Racial do Grupo SOMA.

    • Campanha “Mulheres Animale” com Ingrid Silva.

    • Assinatura do Grupo SOMA ao compromisso WEPS ( Princípios de Empoderamento das Mulheres) do Pacto Global da ONU.

    • Compromisso Equidade é Prioridade Gênero.

    • Woman on board - ONU.

    • Ciclo Mensal Capacitação Comercial Diversidade e Inclusão.

    • 1ª Semana ESG do Grupo SOMA.

    • Webinar Orgulho LGBTQIAP .

    • Animale Talks – Roda de Conversa com Mulheres Negras na marca.

    • Lançamento da Política de Sustentabilidade.

    2022

    • Implementação da área ESG da marca Animale.

    • Campanha “Mulheres Animale” com Camila Pitanga.

    • Animale se torna a única marca de moda embaixadora do Movimento Elas Lideram do Pacto Global da ONU.

    • Parceria com a consultoria Mais Diversidade.

    • 2ª Semana ESG do Grupo SOMA.

    • Implantação dos grupos de afinidade (gênero, étnico-racial, pessoas com deficiência e LGBTQIAP ).

    • Workshop com o Pacto Global – Direitos Humanos e a igualdade de gênero.

    • Formação do Grupo de Trabalho Comercial para o tema étnico-racial.

    • Participação no evento SDGs Pacto Global da ONU em NY.

    • Animale se torna a primeira marca de moda signatária do Pacto de Promoção da Equidade Racial.

    “Afrobetização” (letramento étnico-racial) para colaboradores da Animale.

    • Media Training sobre temas étnico-raciais com porta-vozes da marca.

    • Lançamento da Política de Diversidade, Equidade e Inclusão.

    4.PARCERIAS QUE GERAM IMPACTO SOCIAL

    Ao longo dos últimos anos, nos unimos a diferentes ONGs e Institutos, co-criando e investindo em projetos com o objetivo de reforçar nosso pilar de responsabilidade socioambiental. As parcerias são de extrema importância para nós e geram impactos sociais positivos. Conheça abaixo alguns projetos:

    2022

    INSTITUTO DONA DE SI | CAUSA: Promover o empoderamento feminino de mulheres em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa é um alavancador de talentos femininos, com o objetivo de aumentar o número de líderes mulheres em todos os setores da economia brasileira, com foco nas micro-empreendedoras individuais, formais ou não, entendendo que cada mulher precisa construir ações e crenças de que é empreendedora de si mesma.

    INSTITUTO GERANDO FALCÕES | CAUSA: Promover o desenvolvimento socioeconômico de territórios vulneráveis e sua população. A GF é um ecossistema de desenvolvimento social que atua para acelerar o poder de impacto de líderes de favelas de todo país que possuem um sonho em comum: colocar a pobreza das favelas no museu. Seu foco são iniciativas transformadoras, capazes de gerar resultados de longo prazo. A instituição entrega serviços de educação, desenvolvimento econômico e cidadania e executa programas de transformação sistêmica em comunidades, como o Favela 3D.

    MULHERES DO SUL GLOBAL | CAUSA: Promover o empoderamento econômico de mulheres em situação de vulnerabilidade social e em contexto de refúgio no país. Oferece um espaço seguro de aprendizagem e desenvolvimento profissional, com atividades impactantes (Assistência Social, Psicossocial, Mindfulness, Oficina de Empreendedorismo) que levem em consideração a dimensão da saúde mental, e a situação de extrema vulnerabilidade social a que chegam os integrantes, principalmente os refugiados a oficina.

    AMIGOS DO BEM | CAUSA: Transformar vidas no sertão nordestino, com projetos de educação, trabalho e renda, água, moradia e saúde. Amigos do Bem é hoje considerado um dos maiores projetos sociais do país, tendo criado um Modelo de Desenvolvimento Social Sustentável.

    FUNDAÇÃO ANGÉLICA CARON | CAUSA: Atuar para a mitigação dos efeitos imediatos da pobreza, pela garantia de direitos de cidadania e pela autonomia do seu público principal.

    LAR SÍRIO| CAUSA: Promover a cidadania e o enfrentamento das desigualdades por meio de trabalhos assistenciais que visem a amparar crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade e risco social, incluindo suas famílias no processo de inserção social, trabalhando com equidade o que garantirá a universalidade do atendimento.

    EXÉRCITO DA SALVAÇÃO | CAUSA: Atuar no atendimento a crianças em situação de risco, projetos educacionais, programas de capacitação profissional, entre outros. Foi indicado mais de 20 vezes ao Prêmio Nobel da Paz, e é uma das mais respeitadas instituições filantrópicas do mundo, atuando em 131 países.

    2021

    OFICINA MUDA | CAUSA: Promover a economia circular no mundo da moda através da técnica de Upcycling, que dá vida a produtos e tecidos que poderiam ser descartados, já tem desde então: mais de 331 mil peças ressignificadas, 12.6 toneladas de tecidos reaproveitados e 51 grupos de costureiras e artesãs beneficiados. Confira o vídeo completo desta parceria: https://www.youtube.com/watch?v=7rF-tnvqO_U


    Foto: Eneide, Shay e Rose - Mulheres, mães, costureiras da Oficina Muda e apaixonadas pelo o que fazem.


    INSTITUTO BEM DO ESTAR | CAUSA: Promover o tema da saúde mental, com foco em mulheres, acolher as pessoas, principalmente as mulheres, a mudarem o seu próprio comportamento em relação à saúde da mente, contribuindo para a prevenção de doenças psicológicas e para uma sociedade mais consciente e saudável, entendendo que o contexto pandêmico foi desafiador em vários sentidos, e as pessoas precisaram ser cuidadas.

    MÁSCARA PARA TODOS | CAUSA: Redução das Desigualdades, Saúde e Bem-estar, a iniciativa contou com o apoio da Animale para a campanha “Máscara para Todos”, produzindo milhares de EPI’s a partir de sobras de tecidos que foram doadas para algumas comunidades do Rio de Janeiro e São Paulo, através do “Projeto Transformar” e da ONG “Foco Conecta” - uma startup inaugurada em 2015, com a missão de promover a inclusão social por meio de projetos sustentados por negócios rentáveis.

    2020

    MOVIMENTO UNIÃO RIO | CAUSA: Ajuda à cidade do Rio de Janeiro na gestão da COVID-19. A coleção de verão 2020 da Animale, que recebeu o nome de RIO DE JANEIRO, nasceu da vontade de resgatar nossas raízes, e foi uma grande homenagem ao lugar onde construímos a nossa história. A partir desse objetivo, também nasceu o desejo de retribuir o amor que sentimos pela cidade. Assim, entre os dias 28/08/2020 e 31/08/2020, durante os primeiros dias do lançamento desta coleção, destinamos 10% do lucro de toda a nossa venda online para o União Rio. O movimento voluntário da sociedade civil carioca surgiu em março de 2020, durante o início da pandemia da COVID-19, com a missão de preservar vidas, compreendendo as demandas na área da saúde pública e de apoio às comunidades vulneráveis. Essa foi a nossa contribuição para o movimento que chegou a arrecadar em torno de R$70 milhões para atender milhares de famílias cariocas em situação de necessidade nos hospitais, periferias e algumas comunidades.

    2018

    APOLÔNIAS DO BEM | CAUSA: Combater a violência doméstica contra mulheres. A Animale se uniu à ONG Apolônias do Bem para a venda de camisetas com renda 100% revertida para o enfrentamento da violência doméstica. O projeto arrecadou o total de R$370.000,00 e repassou este valor integral ao Instituto, que oferece tratamento odontológico de forma gratuita a mulheres que vivenciam situações de agressões que danificam suas dentições.

    2015

    INSTITUTO DA CRIANÇA| CAUSA: Atua como gestor social que promove a conexão entre empresas, pessoas e projetos sociais, desenvolvendo ações que fazem a diferença no mundo ao nosso redor com o propósito de inspirar a solidariedade para transformar vidas. Neste ano, a Animale se uniu ao Instituto da Criança e desenvolveu uma pulseira, onde na compra da peça, o cliente também ganharia desconto em suas compras, e todo o lucro arrecadado na venda seria revertido ao Instituto. A doação foi de R$110.000,00 e ajudou nos projetos gerais do Instituto. Além dessa ação pontual, a Animale atua como Patrocinadora Administrativa “Ouro” do Instituto e realiza doações anuais para ajudar em fins administrativos, como o pagamento de colaboradores e despesas fixas do Instituto.

    3.DOAÇÕES DE ROUPAS

    Outra importante iniciativa da Animale no que se refere ao prolongamento de vida útil de suas roupas, é a doação de peças da própria marca para organizações não-governamentais que se utilizam desses itens para a realização de bazares beneficentes, e por consequência, geram recursos para serem investidos em seus projetos socioambientais. No ano de 2022 foram doadas 25.164 peças novas de coleções passadas para diversas ONGs, dentre elas: Ampara Animal, Mulheres do Sul Global, Amigos do Bem, Exército da Salvação, Fundação Angélica Goulart, Instituto Gerando Falcões e Lar Sírio de São Paulo. As quantidades doadas equivalem ao valor de aproximadamente R$ 4.600.000,00.

    SAÚDE E SEGURANÇA DAS PESSOAS COLABORADORAS

    A Segurança e Saúde do Trabalho (SST) é uma das prioridades no nosso negócio. Observamos as conformidades legais e o respeito ao meio ambiente para garantir integridade e segurança das nossas pessoas colaboradoras. Todas as situações relacionadas a acidentes e incidentes que possam afetar as pessoas colaboradoras, bem como a empresa, são acompanhadas pela nossa Política de Segurança e Saúde do Trabalho, que atende às 38 Normas Regulamentadoras e demais exigências trabalhistas. Adotamos o princípio da prevenção de incidentes e doenças profissionais nas ações de Saúde e Segurança do Trabalho, com o viés reparatório ou preventivo. Conscientização e capacitação nessa área são fundamentais e geram impactos positivos em toda a empresa.

    Nosso Sistema de Gestão Integrado de Segurança e Saúde do Trabalho gerencia os programas de Saúde e Segurança do Trabalho, Atestados de Saúde Ocupacional (ASOs), exames médicos, cursos obrigatórios e complementares, mapeamento de perigos e riscos e vencimento de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) e extintores, entre outras funcionalidades.

    Todos os funcionários, das nossas unidades fabris e administrativas, e terceiros que visitam estes locais, recebem treinamento de Integração de Saúde e Segurança do Trabalho para serem informados sobre os riscos ocupacionais, formas de prevenção, procedimentos e demais regras de conduta. Em atividades especiais, são realizados treinamentos normativos, emissão de análise de risco, permissão de trabalho e demais ações aplicáveis a cada atividade.

    Todos os colaboradores do SOMA, Grupo que a Animale faz parte, fazem treinamentos de integração sobre as Normas Regulamentadoras e demais regras da Companhia com o objetivo de evitar acidentes e doenças profissionais. Além disso, são aplicados Diálogos Diários de Segurança, Palestras, Treinamentos, SIPAT e demais ações que reforçam as regras de segurança e alertam os trabalhadores para a importância da segurança e da prevenção de acidentes.

    GOVERNANÇA

    Ética e Transparência são temas prioritários na Animale e para garantir que as boas práticas estarão presentes em todas as nossas atividades observamos as políticas e compromissos estabelecidos institucionalmente. As principais políticas que norteiam as nossas atividades são os Códigos de Conduta e Ética de Colaboradores, a Política de Sustentabilidade e a Política de Diversidade, Equidade e Inclusão. Estes e outros documentos estão disponíveis publicamente no endereço eletrônico do Grupo SOMA, do qual a marca Animale faz parte.

    Os documentos têm como objetivo garantir a transparência, a transversalidade dos padrões estabelecidos, nortear os indicadores-chave a serem acompanhados em cada uma das áreas estratégicas e garantir nossa evolução rumo a uma moda mais limpa, mais bela, mais justa e mais ética. As políticas e procedimentos funcionam como uma orientação geral, mas permitem a fluidez da rotina e a liberdade de criação de cada um dos nossos colaboradores.

    Além das políticas, também existem programas com organizações sem fins lucrativos que reforçam o comprometimento do Grupo com a eliminação do trabalho escravo contemporâneo através da devida diligência, como é o caso do com a InPacto - Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo e Infantil.

    1.CADEIA DE FORNECEDORES

    A Animale reconhece sua cadeia como parceiros fundamentais para o desenvolvimento sustentável dos negócios. Procuramos atuar com fornecedores que compartilhem conosco a promoção dos direitos humanos e a responsabilidade com o meio ambiente, além de oferecerem preços competitivos e alta qualidade. Direcionamos nossas práticas de compras com procedimentos de Compliance e Sourcing, nos guiando pelas necessidades do cliente. Clique aqui para saber mais sobre a nossa cadeia de fornecimento:

    https://www.animale.com.br/fornecedores

    2.CADEIA DE FORNECIMENTO E A RASTREABILIDADE

    O processo de produção de uma roupa até que ela chegue aos nossos clientes é um caminho cheio de cuidados. O primeiro passo começa no desenvolvimento do conceito de uma peça, passando pelo desenho de estampas, desenvolvimento dos produtos, compra de matérias-primas, corte dos tecidos, envio das peças para os fornecedores, e por fim, a distribuição dos produtos nas lojas físicas, e-commerce e atacado.

    Em relação a nossa cadeia de produção, na Animale entendemos que apenas com relacionamentos de longo prazo, baseados na transparência e confiança, é possível atuar de forma ética, responsável e justa em toda nossa cadeia. Por isso, estamos trabalhando para transformar em realidade as melhores práticas do mercado.

    Somos associados à Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), reconhecida por fiscalizar o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva que abastece o varejo de moda, práticas de fornecimento responsável e uso do trabalho digno. A associação é a entidade que congrega as mais representativas redes nacionais e internacionais de varejo de moda, que comercializam itens de vestuário, calçados, bolsas, acessórios, além de artigos têxteis para o lar.

    É a principal interlocutora do setor, junto a entidades ligadas à indústria, comércio, serviços, autoridades dos governos federal, estadual, municipal, ONGs, associações, imprensa, e a sociedade em geral. Possui ainda como pilares de atuação o combate à informalidade e o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva que abastece o varejo de moda, entre outras frentes de atuação.

    Para potencializar valores éticos a toda a cadeia de valor, a ABVTEX, em conjunto com os varejistas associados, criou em 2010 o Programa ABVTEX. Todas as confecções e subcontratados que fornecem ou desejam fornecer às varejistas associadas da ABVTEX e signatárias do Programa devem passar e ser aprovadas, obrigatoriamente, pelas auditorias. Atualmente a Animale conta com 87% de fornecedores certificados (dado referente ao período de julho de 2023).

    Clique aqui para conhecer a nossa lista atualizada de fornecedores: https://www.animale.com.br/fornecedores

    3. INVESTIMENTO EM RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

    O investimento em iniciativas da agenda ESG é uma premissa para a Animale no que tange a visão estratégica de ampliar suas ações de impacto positivo. Acreditamos também na transparência enquanto valor e forma de gestão, por isso, a Animale torna público os números relacionados ao investimento em ações de responsabilidade socioambiental e sustentabilidade corporativa. O investimento em valores absolutos foi de R$ 684.789,24 , montante que representa 0,1 % da receita bruta da marca em 2022, incluindo contratação de profissional. Com o crescimento de suas ações focadas em impacto socioambiental, em 2022 a Animale deu um importante passo e implantou a área de sustentabilidade. Além do investimento financeiro, houveram também doações em peças de roupas, totalizando 25.164 unidades, o equivalente a R$ 4.600.000,00.

    O Grupo SOMA, companhia da qual a Animale faz parte, investiu em 2022 cerca de R$24.000.000,00 em ações internas de responsabilidade social e sustentabilidade, incluindo equipe, montante que equivale a 0, 58 % do faturamento líquido do referido ano do Grupo Soma. E você pode saber mais sobre como a Animale e outras marcas do Grupo Soma contribuem para a construção de uma moda mais limpa, justa, bela e ética nos Relatórios Anuais. Clique aqui”

    CLIQUE AQUI: https://www.somagrupo.com.br/investidores/relatorios-anuais/

    4. INFORMAÇÕES DE CONTATO

    SUSTENTABILIDADE Aajogo: eloa.corsatto@animale.com.br

    SUSTENTABILIDADE GRUPO SOMA: sustentabilidade@somagrupo.com.br

    SUSTENTABILIDADE GRUPO SOMA | OPERAÇÕES GRUPO SOMA: sustentabilidade@somagrupo.com.br

    Status do Pedido

    Faça login para acessar seus pedidosfazer login

    devolução

    POSSO DEVOLVER UM PRODUTO ADQUIRIDO ONLINE?

    Sim. Produtos adquiridos no site e app podem ser trocados no prazo de 30 dias corridos após o recebimento da peça, onde você poderá escolher um vale-troca ou optar pela troca PP (produto por produto). Outra alternativa no processo de devolução online é a escolha do estorno. Confira as regras.

    vendedor online

    Aqui você pode tirar suas dúvidas sobre nossos produtos. Um dos nossos vendedores irá te ajudar.

    Converse com nosso

    Vendedor Online

    Clique aqui
    Não, obrigada

    VENDEDOR ONLINE

    Aqui você pode tirar suas dúvidas sobre nossos produtos. Um dos nossos vendedores irá te ajudar a realizar o seu pedido.

    Converse com nosso

    Vendedor Online

    Clique aqui
    Não, obrigada

    VENDEDOR ONLINE

    Aqui você pode tirar suas dúvidas sobre nossos produtos. Um dos nossos vendedores irá te ajudar a realizar o seu pedido.

    Converse com nosso

    Vendedor Online

    Clique aqui
    Não, obrigada

    VENDEDOR ONLINE

    Aqui você pode tirar suas dúvidas sobre nossos produtos. Um dos nossos vendedores irá te ajudar a realizar o seu pedido.